Extensão

Atenção!

AS inscrições em ações de extensão da UFPI devem ser realizadas via SIGAA

Clique aqui e veja o passo a passo para inscrever-se em uma ação de extensão da UFPI

OCA - Oficina De Criação Artística

A sigla OCA funciona como identificação do Projeto de Extensão Oficina de Criação Artística, desenvolvido na Universidade Federal do Piauí, pelas professoras Dras. Bruna Vieira e Deborah Oliveira. O projeto teve início em outubro de 2018, está inserido no contexto do Curso de Música da UFPI, no Campus Ministro Petrônio Portela, em Teresina, e tem por objetivo geral propiciar espaços para experimentações artísticas, a fim de promover a ampliação da capacidade criativa dos estudantes e da comunidade em geral, assim como apoiar seus projetos individuais ou coletivos. O projeto OCA é composto por atividades práticas de criação artística, no modelo de oficinas ou eventos, incluindo áreas diversas, como por exemplo: a música, a dança, o teatro, o cinema, a literatura, o jornalismo, a arquitetura, a moda, idiomas estrangeiros e as artes plásticas. O OBJETIVOS deste projeto são: oferecer espaço para o exercício da prática performativa, pautada em pesquisa; estimular o questionamento quanto aos modelos de performance já existentes; explorar novas possibilidades de integração entre expressões artísticas diversas; e estimular o debate sobre o papel social da performance e do performer.

Horário e local das atividades: O Projeto OCA é anual, e abarca diversos eventos e diversas oficinas, durante o período de 12 meses. Essas atividades ocorrem na UFPI, em Teresina, e também em locais diversos da capital e do estado do Piauí. Para maiores informações sobre as oficinas, performances e demais eventos, consultar o site OCA ou enviar e-mail para oca@ufpi.edu.br.

Forma de ingresso: Todos os interessados em desenvolver projetos individuais ou coletivos, no período de um ano, na área da performance, integrados à pesquisa artística, podem enviar a sua proposta de projeto artístico, a qualquer momento do ano, para o e-mail oca@ufpi.edu.br, acompanhado de uma carta de intenção, em que conste uma breve biografia e as razões pelas quais deseja integrar o Projeto OCA. Já os interessados em apenas participar de eventuais oficinas, performances e/ou eventos, poderão se inscrever especificamente para aquilo que desejar, dentro dos prazos apontados no site OCA para cada atividade.

Teresina Musical

O Projeto “Teresina Musical” tem como objetivo geral ampliar a formação musical da comunidade interna e externa a UFPI a partir de aulas de iniciação musical, de violão, além de uma formação artística/ musical para professores da Educação Infantil e Séries Iniciais do Ensino Fundamental, licenciandos(as) e licenciados(as) em Pedagogia e/ ou outras licenciaturas do campo artístico. Os cursos acontecerão através das plataformas digitais de forma síncrona (Google Meet) e assíncrona (Google Sala de Aula). Além dos cursos, o projeto objetiva também convidar professores de música e músicos para palestras mensais sobre formação musical, workshops de instrumentos musicais e também discussões sobre a formação e atuação do professor de Arte Música. Como produto final, teremos a publicação de um livro sobre ensino de música a partir das reflexões dos estudantes do curso; Possibilidades teóricas e práticas para o ensino de música na escola; e também apresentações musicais online a partir das peças musicais estudadas nos cursos.

Mais informações em: teresinamusical@ufpi.edu.br

Siga o projeto no Instagram: https://www.instagram.com/teresina_musical/


Comédia Musical na UFPI

Comédia Musical na UFPI é um projeto que visa a preparação dos alunos de canto e de instrumentos do Curso de Licenciatura em Música da UFPI para a exigente carreira artística profissional de cantor e músico de ópera (comédia musical). O projeto conta com a orientação dos professores Deborah Moraes Gonçalves de Oliveira, Cássio Henrique Ribeiro Martins e João Berchmans de Carvalho Sobrinho. Em 2021, esta ação extensionista incidirá sobre a edição musical e a preparação para apresentação do drama burlesco o Califa da Rua do Sabão, de um ato, para solistas e orquestra, do compositor português, nascido em Viana do Castelo, 1820 e falecido no Rio de Janeiro, 1881. O texto teatral é do dramaturgo maranhense Artur Azevedo (São Luís, 1855 – Rio de Janeiro, 1908).


Camerata Professor Emanuel Coelho Maciel

Coordenado pelo professor Cássio Martins, tem um valor cultural significativo para a IES, pois além de ser um produto cultural de extrema relevância na formação cidadã e de produção cultural, desenvolve nos estudantes um senso de união grupal em prol de metas e objetivos comuns, características importantes à condição da vida humana. O Projeto através da prática musical em conjunto, visa obter, por meio da aquisição de saberes artísticos e estéticos, uma transformação na conduta pessoal dos estudantes que serão envolvidos no projeto. O proposito maior é confrontar e consequentemente mudar a realidade dos estudantes, tendo a música como ferramenta de transformação social além de desenvolver no aluno habilidades teóricas e práticas que possam atender as duas exigências fundamentais: ter uma sólida formação musical e uma boa educação social.

Ensino-Aprendizagem Coletivo Ativo de Cordas Friccionadas

Projeto coordenado pelo professor Cássio Martins, que pretende promover o ensino-aprendizagem instrumental em grupo de maneira prazerosa, ativa, lúdica, obtendo um resultado técnico-musical mais rápido que na aula individual. Por conseguinte, os participantes terão a oportunidade de dominarem as habilidades necessárias para aprenderem os instrumentos de cordas friccionadas conforme o seu nível de aprendizagem. É um projeto que oportunizará pessoas com vulnerabilidade socieconômica e sem condições de pagar por aulas em instituições de ensino privado. O Projeto é valoroso para o desenvolvimento de práticas mais significativas, pois conta com uma metodologia que possibilita a aquisição de vantagens pessoais e sociais e, o aluno pode desenvolver autoestima, além de aprender a conhecer o seu próprio potencial, cultivar o respeito entre os colegas e aprender a trabalhar em equipe, contribuindo para o desenvolvimento sociocrítico e, consequentemente, a interação do grupo.

Cultura no Campus

Coordenado pelo professor Cássio Martins, constitui-se de eventos acadêmicos-culturais que pretende revelar e dar publicidade a produção artística e às habilidades culturais dos estudantes, professores(as), funcionários(as), e profissionais no campo da música e demais artes (dança, artes visuais, cinema).